Especiais

Educação

Você está preparado? Conheça 30 profissões do futuro

Indústria 4.0 cria novas oportunidades de carreira

Por Fernanda Fontes

10/07/2018 17:56:47

 Atualizado em - 11/07/2018 09:13:49

Você está preparado? Conheça 30 profissões do futuro

A indústria 4.0, com toda a transformação digital e automação que a acompanha, produz oportunidades de empregos – mesmo que eles não sejam os mesmos conhecidos de anos atrás. Tal constatação veio de uma pesquisa realizada pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), que levantou as 30 novas profissões a serem criadas.

Para apurar as novas necessidades do mercado, a instituição fez um levantamento sobre as tecnologias emergentes específicas (TEEs) que, entre cinco e dez anos, serão responsáveis por alcançar até 70% das necessidades industriais. Falou também com industriários, especialistas de cada setor, sindicatos e universidades.

Por fim, considerou que serão oito as áreas que sofrerão maior impacto: alimentos e bebidas, automotivo, construção civil, têxtil e vestuário, tecnologias da informação e comunicação, máquinas e ferramentas, química e petroquímica, e petróleo e gás.

Por que se qualificar para a indústria 4.0

Assim como aconteceu em outras revoluções industriais, na quarta, as qualificações profissionais demandadas serão diferentes daquelas vivenciadas em outras épocas.

Segundo estudo feito pela consultoria Roland Berger, estima-se que nos próximos 20 anos, mais de 200 milhões de profissionais qualificados não serão absorvidos pelo mercado.

Em contrapartida, o Boston Consulting Group (BCG) acredita que haverá um aumento no número de empregos em 6% em dez anos. Para profissões como a de engenharia mecânica, o percentual é de 10%. Em geral, espera-se que sejam criados algo em torno de 960 mil empregos.

Novo perfil técnico

João Emílio Gonçalves, gerente executivo na CNI, em entrevista para o Estadão, disse que a nova configuração da indústria 4.0 trará mudanças nas exigências profissionais, mas que a nova configuração não resultará em grandes índices de desemprego. Disse ainda que em outras revoluções ocorreram as mesmas especulações, mas o que de fato aconteceu foi uma mudança no desempenho das atividades.

“Muitas [profissões] desapareceram e foram substituídas por outras mais qualificadas e de menor esforço”, disse.

A partir de agora, profissionais técnicos serão responsáveis por atividades mais estratégicas, como a de controle de projetos, por exemplo.

Confira agora as 30 profissões do futuro

Automotivo

Mecânico de veículos híbridos

Mecânico especialista em telemetria

Programador de unidades de controle eletrônicos

Técnico em informática veicular

Alimentos e Bebidas

Técnico em impressão de alimentos

Especialista em aplicações de TIC para rastreabilidade de alimentos

Especialista em aplicações de embalagens para alimentos

Construção Civil

Integrador de Sistema de Automação Predial

Técnico de Construção Seca

Técnico em automação predial

Gestor de Logística de Canteiro de Obras

Instalador de Sistema de Automação Predial

Têxtil

Técnico de projetos de produtos de moda

Engenheiro de fibras têxteis

Designer de tecidos avançados

Tecnologias da Informação e Comunicação

Analista de IoT (Internet das Coisas)

Engenheiro de Cibersegurança

Analista de segurança e defesa digital

Especialista em Big Data

Engenheiro de Softwares

Máquinas e Ferramentas

Projetista para tecnologias 3D

Operador de High Speed Machine

Programador de Ferramentas CAD/CAM/CAE/CAI

Técnico de manutenção em automação

Química e petroquímica

Técnico em análises químicas com especialização em análises instrumentais automatizadas

Técnico especialista no desenvolvimento de produtos poliméricos

Técnico especialista em reciclagem de produtos poliméricos

Petróleo e Gás

Especialista em técnicas de perfuração

Especialista em sismologias e geofísica de poços

Especialista para recuperação avançada de petróleo

Para saber sobre outras profissões do futuro e acompanhar a abertura de vagas para os cursos técnicos, curta a página do SENAI MG no Facebook.