Notícias

Tecnologia e inovação

FIEMG celebra convênio com ArcelorMittal

Contrato visa a criação do Centro de Inovação ArcelorMittal Aços Longos Brasil para a Indústria

Por Denise Lucas

06/05/2019 10:36:11

 Atualizado em - 08/05/2019 17:22:37

FIEMG celebra convênio com ArcelorMittal

/ Foto: Sebastião Jacinto Junior

“A FIEMG se orgulha da relação próxima com a ArcelorMittal e as ações conjuntas das duas empresas”, ressaltou Flávio Roscoe, presidente da FIEMG, durante a celebração do contrato entre as duas instituições. A assinatura do convênio para a criação do Centro de Inovação ArcelorMittal Indústria (CIAMI) foi realizada no dia 6/05, na sede da Federação. Segundo Roscoe, esse convênio é um exemplo da razão de existir da FIEMG. “Estamos aqui para servir à indústria, não apenas oferecendo formação técnica, mas também auxiliando e ofertando serviços que atendam a todo o escopo da cadeia industrial”, pontuou o líder empresarial.

O CIAMI, que será instalado no Centro de Inovação e Tecnologia do SENAI FIEMG (CIT), tem o objetivo de desenvolver projetos de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I). Desta maneira, irá possibilitar a ArcelorMittal acesso a uma ampla variedade de modernos equipamentos visando promover o ensino, pesquisa e a inovação para a sustentabilidade social, ambiental e econômica da cadeia produtiva da construção e do aço. “A ArcelorMittal será muito feliz com o casamento com o CIT”, brincou Roscoe, desejando que essa relação seja duradoura.

O início da relação que levou ao convênio com a Federação foi uma visita de gestores da empresa de Aços Longos ao CIT. Jefferson De Paula, CEO da ArcelorMittal Aços Longos LATAM, conta que o Centro de Inovação e Tecnologia FIEMG SENAI tem muito potencial. “A parceria com o CIT irá contribuir não apenas para o desenvolvimento da empresa mas, também, de toda a cadeia produtiva industrial de Minas Gerais”, afirmou.

O CEO disse que a empresa prima por eficientes inovadores e que o CIAMI compõem uma rede de 12 centros de inovação que a ArcelorMittal tem todo o mundo. “Temos mais de 1.500 pesquisadores e somos uma empresa voltada, também, para a pesquisa”, afirmou dizendo que o convênio, que a princípio tem a previsão de duração de dois anos, irá gera muitos bons frutos. “A indústria que não inova, morre”, ressaltou.

Dentre os presentes no evento de assinatura do convênio estava Cláudio Marcassa, superintendente do SESI-MG e Diretor Regional DR-MG. “Esta parceria consolida a mudança de patamar do Centro de Inovação e Tecnologia do SENAI FIEMG visando tornar-se um Centro de Excelência de classe mundial, atendendo a Indústria e contribuindo para uma sociedade mais próspera”, afirma o gestor.


SJJ_3562.jpg