Notícias

Desenvolvimento Industrial

Anunciado o line-up de desfiles da 23ª edição do Minas Trend

Novidades também no desfile de abertura do evento

Por Andréa Rachid

10/10/2018 19:10:02

 Atualizado em - 11/10/2018 20:43:59

Anunciado o line-up de desfiles da 23ª edição do Minas Trend

/ Foto: Sebastião Jacinto Junior

Em um encontro com influenciadores digitais, realizado no Grande Hotel Ronaldo Fraga, foi anunciado no dia 09/10 o line-up de desfiles da 23ª edição do Minas Trend, que acontece de 29/10 a 1º/11 no Expominas, em Belo Horizonte. “A FIEMG valoriza muito o mundo digital e a aproximação com os influenciadores digitais mineiros é importante para o Minas Trend", afirmou Teodomiro Diniz Camargos, vice-presidente da FIEMG.

Teodomiro ressaltou ainda que a cada ano, a maior interação dos influenciadores digitais com o Minas Trend é transformada em conteúdo para milhares de leitores e seguidores. Só na última edição, realizada em abril deste ano, cerca de 100 influenciadores participaram do evento.

Muitas novidades aguardam a temporada de lançamento do outono/inverno2019 e ela se reflete na passarela, que conta com a volta de Patrícia Motta aos desfiles, referência no Brasil na moda em couro, as novatas Denise Valadares e Chris Gontijo, além das marcas Manzan e Victor Dzenk, e o grupo de criadores associados ao Sindicato das Indústrias de Joalherias, Ourivesarias, Lapidações e Obras De Pedras Preciosas, Relojoarias, Folheados De Metais Preciosos e Bijuterias no estado de Minas Gerais - SINDIJOIAS, já tradicionais no line-up. 

Novidade também que vem de Alagoas, que o SINDIVEST do estado traz através de um desfile coletivo com as marcas de acessórios Ateliê Endy Mesquita, Ateliê Escola Criar, Caleidoscópio, Sandra Cavalcante, Carol Paz, Alana Tenório, Leila Monteiro e Estúdio Monteferro e as de vestuário Aquas Beachwear, Ateliê Nathalia Amaral, Manu Mortari e Maneka.

 

Nem passado, nem futuro, é hora de olhar para o presente

“Enquanto o mundo olha para frente, já pensávamos no coletivo lá atrás”, fala Ronaldo Fraga, diretor criativo do evento, ao se referir ao desfile coletivo que era realizado a cada abertura do evento.

De acordo com o estilista, a mudança é uma constante, e uma coisa que a moda tentou e nunca conseguiu foi acertar o futuro. Ele cita o exemplo de Paco Rabanne, estilista espanhol que previa que no sec. XXI estariam todos vestidos com tecidos futuristas e prateados.

“A coisa mais difícil é pensar o presente. E se vamos falar do futuro, temos que falar do presente agora”, analisa Ronaldo, ao anunciar novidades também no desfile coletivo que marca a abertura da edição, que terá apenas marcas autorais, “que vão fazer a moda amanhã”, completa.

Ronaldo anunciou também o styling do desfile, que será feito pelo artista plástico Maurício Ianes. Para ele, a provocação da abertura do evento é que fale de autoria, que as pessoas tenham o interesse de vir pra Minas Gerais e perceber o que será a moda do futuro. “O brasileiro ama e tem fascínio por desfiles. E obviamente nós vamos fazer um evento lindo e vai ser maravilhoso”, completa.

 

Galeria